Empreender. Será que vale a pena?


O tempo integral dedicado ao filho, casa e marido deixava um espaço grande dentro de mim que, vez ou outra, tentava preencher com a depressão. Então, desde quando entendi que não adiantaria ficar a mercê do cotidiano e das informações que obtinha pelas redes sociais sobre o Transtorno do Espectro Autista - o diagnóstico do meu filho, passei a buscar uma nova direção como mulher, mãe e esposa.

É bem verdade que esse novo caminho foi apontado pelo meu próprio filho me mostrando suas histórias, reflexo ainda embassado das tantas outras histórias que contei através dos muitos livros que dava para ele desde a mais tenra infância. O reflexo foi ganhando nitidez ao perceber que algo poderia nascer dali, através da união dos nossos talentos. Sim! Tínhamos talentos! E aí a porta do empreendedorismo foi se abrindo devagar.

Fui aprendendo que empreender é bem isso: Fazer uso de algo que se sabe fazer, aprender um pouco mais sobre isso e começar a trabalhar. Ah! Sim! Continuar aprendendo, estudando e assim, se fortalecer.

Coisas incríveis passam a acontecer. Conhecer novas pessoas, aprender novas coisas, entender a diferença entre sonho e plano. rsrrsrs... Por isso, e muito mais, digo que SIM. Vale a pena - aquela de não dormir todas as noites; de estar sempre fazendo algo; de nem sempre poder parar e ver aquela série inteirinha de uma só vez... Mas empreender com foco e apreender tudo de bom que esse caminho pode trazer.

E aquele espaço de outros tempos... Aquele em que a depressão queria morar... Agora vem sendo preenchido com novos relacionamentos - até novos amigos - que emprestam conhecimento, pareceria, estímulos e incentivos para que o empreendedorismo seja algo bem positivo em minha vida.

Experimente! Pois se você acha que não tem talento... olhe de novo!

Escrever é uma excelente forma de empreender.

Valorize empresas com foco no desenvolvimento social e redução de desigualdades.

A abarroseditora acontece com a união dos talentos do Arthur, do Júnior (meu esposo e pai do Arthur) e meu.

3 visualizações0 comentário